Janosch

Hindengurb, (Alemanha) - actual Zabrze, (Polónia), 1931

Janosch é o pseudónimo de Horst Ecker. Adotou esse nome artístico incentivado pelo seu primeiro editor. Marcado por uma infância difícil, começou a trabalhar ainda muito jovem como ferreiro e serralheiro. Depois da II Guerra Mundial, a sua família mudou-se para a Alemanha Ocidental e empregou-se numa fábrica têxtil. Em 1953 foi para Munique e durante uma temporada estudou na Academia de Belas-Artes. Depressa se estabeleceu como artista independente, e em 1960 foi publicado o livro infantil com que iniciou a sua trajetória artística e literária, que conta com mais de 300 obras traduzidas para 70 línguas, pelas quais recebeu inúmeros prémios. A sua fama internacional deve-se a "Oh, que lindo que é o Panamá!", editado em 1979. Desde 1980 que reside em Tenerife, onde escreve e ilustra livros infantis, ficção, peças de teatro e filmes de animação. Também é autor de algumas novelas para adultos, com elementos autobiográficos, tendo chegado, inclusivamente, a ilustrar textos de escritores célebres, como Charles Bukowski.

http://www.janosch.de/