Prémio Compostela

"A HORTA DE SIMÃO", DA ARGENTINA ROCÍO ALEJANDRO,VENCE O X PRÉMIO INTERNACIONAL COMPOSTELA PARA ÁLBUM ILUSTRADO

A ilustradora argentina Rocío Soledad Alejandro venceu o X Prémio Internacional Compostela para Álbum Ilustrado com a obra apresentada sob o lema "A horta de Simão". O certame, organizado pelo Departamento de Educação do Município de Santiago e pela KALANDRAKA, tem o valor pecuniário de 9.000 euros e contempla a publicação do trabalho galardoado, que virá a lume no próximo mês de novembro em todas as línguas peninsulares.

O júri, formado pela autora Teresa Durán, pelo escritor Xabier P. Docampo, pelo ilustrador Miguel Calatayud, pelo chefe do Departamento de Educação Xosé Manuel Rodríguez-Abella, pelo vereador da Educação e Cidadania Manuel Dios, por Beatriz Varela, como secretária, e Manuela Rodríguez, em representação da KALANDRAKA, escolheu "A horta de Simão" por unanimidade, após larga deliberação.

Descrito como "um álbum ideal para rapazes e raparigas", o júri destacou a sua "progressividade narrativa" e "clara intenção ecológica", através da "relação coletiva com a terra"; bem como o seu caráter "universal". Quanto às ilustrações, valorizou a "resolução visual das personagens" e a sua abordagem "simples, mas não simplista", classificando como "muito acertada a contenção da cor e a construção da página" pelos "múltiplos níveis de leitura" que proporciona.

Rocío Alejandro é licenciada em design gráfico, mas considera a ilustração infantil como a sua "verdadeira vocação". Participou em vários oficinas e cursos que a orientaram no decorrer do seu trabalho e já ilustrou livros que estão publicados tanto na Argentina como noutros países.

Ao X Prémio Internacional Compostela para Álbum Ilustrado apresentaram-se 212 trabalhos procedentes de 20 países: Argentina, México, Colômbia, Equador, Cuba, El Salvador, Brasil, Sri Lanka, Índia, Israel, Japão, Grécia, Chipre, Itália, Reino Unido, Noruega, Holanda, Polónia, Portugal e Espanha.

A obra finalista coube à ilustradora equatoriana Diana Sofía Zapata Ochoa, pelo projeto apresentado sob o lema "Distinta".